23 - 10 - 2017

Resenha Um Amor Escandaloso


Um amor escandaloso escrito por Patricia Cabot é mais um romance de época apaixonante.



Título: Um Amor Escandaloso
Autor(a): Patricia Cabot
Editora: Record
Ano de Edição: 2015
Páginas: 378
Nota: 4,0




Sinopse

Meg Cabot escrevendo como Patrícia Cabot Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, filha de Burke Traherne, o marquês de Wingate se vê numa situação complicada. Por um lado, tem consciência de que a Srta. Mayhew é exatamente o que a jovem precisa, mas, ao admiti-la em sua casa, o marquês é obrigado a controlar a atração que sente pela moça. O grande inconveniente é que o cargo que ela ocupa a impede de se tornar uma de suas amantes.


E Burke vive sobre o juramento de nunca mais se casar, depois de ter flagrado a ex-esposa num ato de traição. Já a Srta. Mayhew não consegue parar de pensar em um homem pelo qual jurou nunca se apaixonar, e esconde um escândalo do passado. Ousará a bela moça lutar contra seus desejos e os fantasmas que parecem persegui-la? O homem que frequenta seus sonhos mais despudorados e o que habita seus piores pesadelos aproxima-se cada vez mais, e ela não sabe por quanto tempo mais conseguirá suportar.




Minha Opinião

Kate é uma jovem que tem um passado escandaloso, ela fazia parte da alta sociedade, até que seu pai se envolveu com negócios duvidosos, tornando-se odiado pela alta sociedade e levando a si mesmo e sua esposa para um fim trágico. Kate depois de passar todos os constrangimentos e dores, órfã e sem dinheiro começou a trabalhar para nem tão famílias ricas, famílias que não tinham interesses por seu passado conturbado. Tudo muda quando começa a trabalhar para o marques de Wingate.


Burke Thaherne, marquês de Wingate um homem de pavio curto que se tornou motivo de fofocas na alta sociedade após flagrar sua ex-esposa o traindo, divorciou-se dela e ficou com a guarda de sua filha, o que por si só é extremamente escandaloso já que na época o divórcio não era visto em bons olhos e para piorar ficou conhecido como homem frio que arremessa coisas pela janela (título que ficou conhecido depois de arremessar o amante de sua ex-esposa pela janela).


Mas ele já estava ficando velho com seus 36 anos, só queria paz para lê seus livros e ocasionalmente ter noites libertinas com alguma atriz ou dançarina. Porem ficava cada vez mais impossível adquirir tal paz, pois sua filha Izabel era um grande tormento, a adolescente além de ter uma personalidade bem forte, a garota não tinha modos de uma dama e não conseguir manter uma dama de companhia por mais de uma semana.


Tudo muda em uma noite um pouco constrangedora em que conhece a senhorita Mayhew, Burke está convencido que a senhorita Mayhew é perfeita para o cargo de dama de companhia para sua filha, sendo a única capaz de pôr na linha sua filha, mas mal sabe ele que Kate Mayhew é capaz de não só por a filha como também o pai, na linha.


Á história é contado em terceira pessoa intercalando os pontos de vista de Kate e Burke, assim nós leitores vemos, sorrimos e sofremos com os dois, adoro ler histórias que são contadas por mais de um personagens porque só assim conseguimos vermos realmente o envolvimento e o desenvolvimento de todos os personagens em relação a história em um todo.


O livro não tem muito diferencial dos demais romances de época, nesse livro você pode esperar um troglodita belo, rico e libertino, uma jovem bela de caráter forte e virgem, escândalos da alta sociedade e cenas de paixão e desejo. Além disso, nesse livro você também poderá esperar um mistério do passado e uma adolescente cheia de atitudes e sem modos.


Não é o primeiro livro da Patricia Cabot (ou Meg Cabot) que leio gosto das histórias dela que sempre tem uma pitada de humor. Meg Cabot tem vários livros de sucesso o mais famoso deles é “O Diário da Princesa” que ganhou até uma adaptação cinematográfica. Em Um Amor Escandaloso ela usa o pseudônimo Patricia Cabot.


Gostei dos personagens, foram bem construídos e cada um teve a sua importância na história, a leitura fluiu perfeitamente, Kate e Burke é aquele tipo de casal que não tem nada em comum, mas que sentem uma forte atração um por outro logo de cara, o tipo de casal que quando não estão brigando estão se beijando.


Enfim, gostei muito do livro, não só recomendo lerem esse livro, mas como também recomendo conhecer outros livros da Meg Cabot, vale a pena conhecer mais trabalhos da escritora.








Resenhas Relacionadas




Compartilhe:




Deixe o seu Comentario: